x

Faça parte da Rede MMM

Informe seus dados no formulário abaixo para se tornar um membro da rede.
Para cadastrar-se é necessária a vinculação do seu perfil a no mínimo uma instituição
(escolas, universidades, institutos de pesquisa, empresas, associações, entre outros)
Campos Obrigatorios *
Nome: *

Instituição: *

Foto:
Retirar foto

 

E-mail: *

Senha: *
Confirmar Senha: *

Telefone:

Estado: *
Cidade: *

Ocupação:

Escolaridade: *
Data de nascimento: *

Desejo receber novidades sobre o Museu das Minas e do Metal



COMO IDENTIFICAR UM DIAMANTE VERDADEIRO


 

COMO IDENTIFICAR UM DIAMANTE VERDADEIRO

PASSOS

  1. Peça um certificado.Veja se ele é de uma autoridade neutra para classificação de diamantes (ex: emological Institute of America, Jewellers Association of Australia)[1] ou de um avaliador independente que é afiliado a uma sociedade profissional (como a American Society of Appraisers). Isto é especialmente importante se estiver comprando um diamante sem vê-lo, como pela internet.

  2. Olhe através dele.Diamantes lapidados de maneira correta têm um alto Índice de Refração (eles desviam fortemente a luz que passa por eles). Vidro e quartzo têm um índice de refração mais baixo, o que significa menos brilho porque eles desviam menos a luz, mesmo quando são lapidados corretamente.
    • Se o diamante não estiver montado na jóia, vire-o com a ponta para cima e coloque-o sobre um jornal. Se conseguir ler as letras pela pedra, ou mesmo ver manchas negras distorcidas, provavelmente não é um diamante.[2]
    • Se a pedra tiver qualquer sinal de refração dividida, pode ser Moissanite (carboneto de silício), um cristal que é tão similar ao diamante que até joalheiros experientes têm dificuldade de distinguir.[3]
    • Se o diamante estiver montado, você não deve ser capaz de ver o fundo olhando diretamente de cima.[4]
  3. Observe as reflexões.Um diamante verdadeiro tem reflexos que se manifestam em vários tons de cinza. Se ver reflexões em arco-íris, provavelmente é um diamante de baixa qualidade ou falso.[5]
  4. Olhe de lado.A maioria dos diamantes de imitação são feitos para brilhar de cima, mas veja se ele brilha e reflete luz de lado. Um diamante verdadeiro vai ser refletivo em todas as direções, e os falsos tendem a ser menos luminosos ao serem vistos de lado.[6]
  5. Embace-o.Coloque a pedra perto da boca e exale nela. Se ela permanecer embaçada por 2-4 segundos, não é verdadeiro com certeza. Diamantes verdadeiros terão secado antes de você conseguir olhar para eles. Tome cuidado - alguns joalheiros encapam zircônio cúbico com diamantes verdadeiros que, é claro, irão ficar claros.
  6. Pese as pedras.Zircônio cúbico pesa aproximadamente 55% mais que diamantes de mesmo formato e tamanho.[7] Use uma balança de quilates ou gramas para comparar a pedra em questão com um diamante verdadeiro.
  7. Verufique o encaixe e montagem.Um diamante verdadeiro não vai ser montado em metal barato.[8] Marcas dentro do encaixe irão indicar ouro ou platina verdadeiros (10K, 14K, 18K, 585, 750, 900, 950, PT, Plat) e são um bom sinal, enquanto um "C.Z." vai delatar que a pedra central não é um diamante verdadeiro.[9]
  8. Coloque a pedra sob luz ultravioleta.Muitos (mas não todos) diamantes vão brilhar azul sob luz ultravioleta ou negra, e a presença de um azul médio para forte confirma que ele é verdadeiro. A ausência do azul não significa que ele é falso; pode simplesmente ser um diamante de melhor qualidade.[10] Se ver um tom bem leve de verde, amarelo ou cinza flourescendo sob a luz ultravioleta, pode ser Moissanite.[11]
  9. Esfregue o diamante em uma lixa de corundum (ou corindo).Se ele arranhar ou quebrar, não é um diamante real (os diamantes são mais duros que a safira ou o rubi, que são feitos do mesmo material que o corundum). Mas tome cuidado, pois algumas lixas contém diamantes e podem estragar um diamante verdadeiro.



 
Data de publicação:  13/09/2011
Créditos:  http://pt.wikihow.com/Identificar-um-Diamante-Verdadeiro
Categoria:  Texto
Tags:   diamante, mina de diamante, gemas, refração, física
 
COMENTÁRIOS (0)

conteúdo enviado por:
Suely Monteiro

em: 13/09/2011



MIDIATECA (1373)

 
Todos os direitos reservados. Aspectos legais e responsabilidades.